quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Tal como o prometido, está aqui um breve documentário sobre o circuito realizado no dia 30 de Outubro. Esperamos que vejam, gostem e fiquem a conhecer esta nossa cidade tão cheia de arte! video

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

O Porto na 1ª metade do séc. XX

No dia 30 de Outubro de 2008, o grupo Port’Arte visitou a casa-museu Marta Ortigão Sampaio, na rua Nossa Senhora de Fátima, com o objectivo de ficarmos e, ao mesmo tempo, dar-vos a conhecer alguns dos aspectos culturais da cidade do Porto na primeira metade do século XX.
O nosso roteiro teve início na casa-museu onde ficamos a conhecer um pouco melhor a história de Marta Sampaio Ortigão, importante figura feminina da sociedade portuguesa do século XX. De seguida, iniciamos o nosso circuito na antiga Rua das Valas, actual Nossa Senhora de Fátima, de onde podemos avistar os bairros operários ainda existentes e a Igreja de Nossa Senhora de Fátima - uma das primeiras obras do modernismo português.
Seguidamente dirigimo-nos para a Ramada Alta que conserva a toponímia rural e foi no século XX um ponto interessante de tertúlias culturais, principalmente na casa do barão do Forrester. Contudo, enquanto nos dirigíamos para o liceu Carolina Michaëlis, a chuva impediu-nos de prosseguir o circuito. Então, a guia falou-nos sumariamente dos restantes locais incluídos nos roteiros: o liceu Carolina Michaëlis, o hospital militar, a casa portuguesa, a rua Júlio Dinis, o monumento à guerra peninsular e o edifício trabalho e reforma.


Dentro de pouquíssimos dias, vamos colocar aqui no nosso blogue um interessante documentário que conterá as informações mais úteis deste roteiro. Vejam e... sejam gente com arte!

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Bem-vindos!


Olá!
Nós somos um grupo de alunos do 12ºE, do Agrupamento Rodrigues de Freitas, e criamos este blogue para o nosso trabalho de Área de Projecto que se intitula de Port'Arte.
O nosso trabalho, que se realizará ao longo do ano lectivo, terá como objectivo aprofundar o conhecimento da arte na cidade do Porto nos séculos XX e XXI e, em especial, divulgar a arte na cidade do Porto e criar uma maior adesão da sociedade a esta área tão pouco reconhecida.
De facto, a arte tem vindo a ser desvalorizada ao longo do tempo pelo Homem, o que contribui para o nosso empobrecimento, não só social, como também pessoal. Então, é necessário expandir a mentalidade de cada um, de modo a enriquecer a cultura artística e dar o devido valor à arte.
Esperemos que continuem a visitar o nosso blogue e, assim, ajudam-nos a cumprir o nosso objectivo: tornem-se gente com arte!

Port’Arte: Port’ar-te bem!